quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Como começar

No tempo dos meus avós, ela não trabalhava e portanto não ganhava. Mesmo que trabalhasse, o seu rendimento era sujeito ao mesmo fim... Era o homem da casa que tomava todas as decisões da família, incluindo as financeiras. Quanto, quando e em quê gastar o dinheiro da casa era decisão dele. Sorte daquelas avós que conseguiam dar alguma opinião, caso contrário, tinham de justificar cada carcaça! E sorte dos netos que, em visitas, conseguiam trazer umas moedas, quem sabe uma nota, que a avó lá conseguia poupar entre iogurtes e queijo.
No tempo dos meus pais, os papeis quase se invertem. Ambos são trabalhadores, ganham para a casa e para os filhos. E é a esposa que organiza, faz as compras, paga as contas, sendo ela quem faz toda a gestão do orçamento da casa. MAS! Nada de pôr um pé em falso, porque as discussões surgem quando falta alguma coisa!
No meu tempo... há de tudo um pouco, eu acho. Orçamentos equilibrados, orçamentos que “vão andando” não se sabe muito bem como, orçamentos completamente disfuncionais...
Então... como dar a volta a isto? Como encontrar o equilíbrio das contas da casa? Como começar?
Para começar, é preciso simplesmente falar. Se há um parceiro, têm de decidir em conjunto uma serie de questões relacionadas com aquele tema tabu: dinheiro!
Sim, perguntem a quem quiserem, a questão dinheiro é a principal causa de discussões entre casais, entre amigos, entre pais e filhos. Por isso nada melhor para obviar essas questões do que antecipá-las e debatê-las, amassa-las e voltar a falar sempre que for necessário.
Para começar, basta papel e caneta (ou uma folha Excel no computador) e apontar tudo... rendimentos e gastos, prós e contras, sins e nãos!
‘Bora começar?

4 comentários:

SoNhAdOrA disse...

Adorei a ideia, vou com certeza, seguir este novo espaço....

Bjinhos

Hasta

Inaac disse...

Bora lá começar.. sou apenas mais uma, entre muitas, dentro da organização conseguir organizar aquilo que pensava já tar mais que organizado... lol confuso eu sei.. mas tu vais ajudar-me a simplificar.. beijo e optima iniciativa..

Ana Banana disse...

Se soubesses o quanto eu ando a adiar isso do agarrar no papel e caneta (ok, excel mesmo)...
Tenho aqui uma folha de despesas para o ano todo. Comecei tirando os extractos das contas para ir lá lançando, mas quem disse que fui capaz de sequer chegar ao meio? :/
Shame on me! Eu sei...
É um pouco difícil ser organizada quando não se é disciplinada...

São disse...

E o que é que se faz quando se tem um cara-metade completamente desorganizado, aluado, que não liga nenhuma a dinheiro, que não confere saldos, que não pede facturas de rigorosamente nada e até as recusa quando lhas estendem?
É dos diabos conseguir fazer um orçamento assim!

Ocorreu um erro neste dispositivo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...